O uso de drones na ronda de segurança em prevenção de incêndios

 



O uso de drones em rondas de segurança como suporte à equipe de vigilância está se mostrando cada vez mais eficiente e funcional. Além de identificar invasores no perímetro, os equipamentos também são fortes aliados na prevenção de incêndios florestais e no auxílio ao seu combate.

Essa aplicação é muito útil aqui no Brasil, onde o clima seco e quente é propício ao início de queimadas que podem se tornar maiores se não forem descobertos a tempo. Por meio da assistência das aeronaves, esses incidentes são percebidos e localizados com maior rapidez, assim como a reação para apagá-los também é mais assertiva.

Conheça algumas inovações tecnológicas que envolvem os drones na prevenção de incêndios e as vantagens de seu uso!

Automação e inteligência artificial

Os drones de vigilância da Aeroscan são equipados com um software de automação e inteligência artificial próprio da empresa, gerando rondas de segurança mais completas. A automação permite que as rotas dos voos sejam pré-definidas para que haja o monitoramento de todo o perímetro. Esse artifício deixa o equipamento executar diferentes manobras no ar, podendo ser programado para, por exemplo, pairar e aproximar a câmera em alguns pontos da ronda que merecem mais destaque. Já a inteligência artificial oferece ao drone a capacidade de identificar comportamentos diversos do padrão observado no monitoramento, enviando uma mensagem ao seu operador.

Essas duas características do software da Aeroscan garantem que o equipamento identifique rapidamente focos de incêndio e o avise à pessoa responsável para que contate o corpo de bombeiros. O operador também consegue interromper a rota pré-programada no drone e fazê-lo sobrevoar rapidamente até a região onde ocorre o incêndio. Com isso, o aparelho é capaz de transmitir imagens em tempo real, norteando as equipes do combate às chamas, identificar se há vítimas e mostrar o melhor caminho que os bombeiros podem seguir para acessar o local.

A tecnologia nesta área avança continuamente e, hoje, já existem modelos de drones com uma inteligência artificial capaz de não apenas identificar focos de incêndio, mas também diferenciar o que é fumaça e o que são chamas.

Drones com câmera térmica

Além de estarem integrados a um software moderno, as aeronaves ganham mais vantagens em rondas de segurança com o suporte de câmeras térmicas, isto é, equipamentos capazes de detectar mudanças de temperatura na superfície dos objetos. Dessa forma, podem identificar seres humanos e animais por conta da sua temperatura corporal, localizando invasores ou situação de risco, por exemplo.

Além disso, drones com câmera térmica são mais precisos na combate de incêndios. A Aeroscan é prova disso, pois já auxiliou a equipe do corpo de bombeiros em uma ocorrência na Grande São Paulo. Suas aeronaves forneceram imagens aéreas do terreno acometido pelas chamas e também imagens de câmeras térmicas que ajudaram a entender onde estava o centro do incêndio e para onde ele estava avançando.

Por que investir em rondas de segurança preocupadas com incêndios?

Quando se trata de fogo, a prevenção sempre é a melhor saída. Para isso, são necessárias campanhas de conscientização. Mesmo assim, acidentes acontecem, ainda mais nas épocas quentes e secas do ano em locais com tendência a queimadas florestais naturais. Por isso, é fundamental que empresas e indústrias localizadas em zonas próximas a matas sempre se atentem a possíveis queimadas.

Os drones também são grandes aliados nas rondas de segurança no setor agropecuário, tanto na preservação das plantações contra o fogo, quanto na proteção do estabelecimento. Em polos petroquímicos e indústrias que trabalham com combustão, um monitoramento especialmente atento a incêndios é essencial, pois qualquer acidente coloca em risco muitas vidas.

Ficou interessado? Visite o site da Aeroscan e entenda mais como os drones oferecem um salto na segurança do seu negócio. Vamos voar juntos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mais uma conquista na legislação de drones

Drones em ação: conheça as tendências no mercado

Segurança perimetral: por que fazer rondas com drones?