Postagens

Em destaque

Drones auxiliam bombeiros a combater incêndio

  Solução de drones da Aeroscan auxilia bombeiros a combater incêndio em Barueri (SP) Aconteceu um incêndio de grandes proporções em uma indústria em Barueri, na Grande São Paulo. O incêndio, que teve início por volta das 11 horas, gerou uma grande nuvem de fumaça tóxica preta que atingiu parte do município. O Corpo de Bombeiros fez o combate ao incêndio e contou com o auxílio da Aeroscan, que forneceu visão aérea do terreno, por meio de drones, com imagens de câmeras térmicas integradas que ajudaram a determinar o foco do incêndio e para onde o fogo estava se movendo, criando assim uma estratégia de contenção das chamas. “Quando chegamos ao local as labaredas estavam enormes. Fizemos a captação das imagens e com essa visão mais clara da situação, os bombeiros reposicionaram as equipes, aumentaram o efetivo para jogar água e controlaram o fogo em 1 hora. A solução de drones da Aeroscan foi uma ferramenta de auxílio para ajudar os bombeiros nessa operação. Essa é mais uma forma de aplic

Segurança com drones em centros logísticos

Imagem
  A proteção perimetral é fundamental para as empresas que buscam garantir a integridade de seus centros logísticos e proporcionar segurança a seus ativos e condôminos. Além de contratar uma empresa especializada, é importante complementar o monitoramento com ferramentas de segurança eletrônica, entre elas, os drones. Drones de segurança em ação O uso de drones de segurança é muito versátil. Na portaria de centros logísticos , eles servem para dar cobertura ao processo de revista antes da entrada de um caminhão no local. Na área de espera, podem sobrevoá-la de forma recorrente para identificar o estacionamento indevido e, por isso, liberar mensagens de áudio orientativas. Já a inteligência artificial inserida no software de gestão de ronda conectado ao drone é capaz de identificar pessoas em zonas em que não são permitidas e gerar alertas. Operação em centros logísticos A segurança perimetral utilizando drones automatizados está se mostrando cada vez mais efetiva em todos

A Aeroscan e o avanço no monitoramento de segurança inteligente

Imagem
  Fundada em 2018 por iniciativa dos sócios Marco Forjaz e Marcelo Musselli, ao lado de Marcello Moreira que se aliou ao projeto, a Aeroscan apresentou grande crescimento no mercado de monitoramento de segurança durante estes três anos – mesmo em um cenário de crise devido à pandemia de Covid-19. A empresa alcançou excelência no segmento de segurança patrimonial ao apostar em soluções que usam drones e, para isso, produziu seu software exclusivo. Pioneirismo no monitoramento de segurança por drone no Brasil Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) , o cadastro de drones aumentou 150% entre 2017 e setembro de 2020, chegando a 77 mil equipamentos registrados – 28 mil deles para uso profissional. Nesse contexto, a Aeroscan surgiu com a ideia de aliar o monitoramento de segurança com o uso drones com câmera e alto-falantes para vigilância otimizada em condomínios residenciais e empresariais, centros logísticos, áreas industriais ou portuárias e zonas próximas a matas. Para tal

Drones no programa Podcast Executivo

Imagem
  Estamos vivendo um boom da tecnologia e da informação, e   no mês de Julho nosso Co-founder, Marco Forjaz, foi entrevistado no programa Podcast Executivo trazendo um pouco da visão da Aeroscan e o sobre como os drones estão "voando" esse momento tecnológico e colaborando com a segurança de shopping centers, portos, indústrias, centros logísticos e condomínios.

Rodada de captação de investimento Aeroscan

Imagem
  Captação em tempo RECORDE! Em Julho de 2021 a Aeroscan realizou sua segunda rodada de Investimento.  Foram ofertados 10% por R$ 1.300.000,00 e em apenas 6h o objetivo foi atingido. Na foto os sócios da Aeroscan: Marcello Moreira, Marco Forjaz e Marcelo Musselli. "Esse é um dos momentos mais importantes da Aeroscan. Conseguimos bater todas as metas e entregar os resultados para todos os nossos acionistas e queremos muito mais! Vamos acelerar nosso crescimento para surpreender novamente os novos investidores" - Marcelo Musselli - Fundador & COO da Aeroscan. A primeira vez Artigo originalmente publicado na  Revista Live Marketing  e no Blog da EQSEED Apesar do momento instável que estamos vivendo em diversos setores, o mercado de  monitoramento com drones  no Brasil se manteve aquecido, além do esperado, encontrando ainda  novas oportunidades  de atuação e crescimento. Até setembro de 2020, a ANAC, órgão responsável pelo setor de aviação no Brasil, registrou o  crescimento

Conheça o uso de drones de segurança com câmeras térmicas

Imagem
Câmeras térmicas são projetadas para detectar mudanças na temperatura. Elas têm a função principal de medir a temperatura da superfície dos objetos. Dessa forma, drones de segurança com esse equipamento se mostram bastante efetivos como solução em vigilância. Desmistificando a câmera térmica Ainda existem discussões e mitos sobre os drones com câmeras térmicas . De um lado, há receio de invasão de privacidade; por outro, há a expectativa de se atravessar objetos sólidos, como a copa das árvores em uma mata. Vale esclarecer, portanto, que um objeto atrás de uma parede de vidro, por exemplo, não pode ser detectado pelo aparelho. A câmera térmica não é capaz de atravessar nenhum tipo de parede ou obstáculo. Seja como for, o uso de drones na segurança se mostra bem efetivo, pois seu software de imagem térmica oferece uma ampla variedade de paletas de cores para que se possa selecionar a mais adequada para cada projeto. Superfícies como concreto, madeira e humanos têm um alto grau

Por que drones são importantes na segurança de uma área portuária?

Imagem
  A segurança de uma área portuária tem muitas variantes a serem consideradas na hora de planejar sua segurança patrimonial . Começando com as dificuldades em relação ao terreno, há terra e água. Em alguns casos, ainda há matas e manguezais no entorno. Ou seja, os portos são locais que dificultam a ronda a pé ou de moto. Neste cenário, também há a atividade do porto em si: containers, caminhões e guindastes se movimentando em um pátio que dificulta a identificação de uma pessoa desavisada circulando pela área, uma situação de   alto risco de acidentes. Para completar, o planejamento também exige seguir a ISPSCODE (International Ship and Port Facility Security Code), isto é, o Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias. Sendo mais específico, a ISPSCODE é uma convenção de medidas mínimas de segurança que envolve governos contratantes, órgãos governamentais, administrações locais e a indústria portuária e de navegação, a fim de   promover a cooperação entre