Em destaque

Como a inteligência artificial apoia o monitoramento de segurança por drone?

  Sejam estoques, centros de distribuição, fábricas, estacionamento de maquinários ou até mesmo condomínios residenciais, manter a segurança do patrimônio e das pessoas que por ali circulam é fundamental. Por isso, ao lado de uma equipe de vigilância bem treinada, a solução mais efetiva nos dias de hoje é o monitoramento de segurança por drones equipados com um software de inteligência artificial . Um exemplo de aplicação da Inteligência Artificial em drones é o uso que a Aeroscan ,   pioneira no Brasil e especialista em drones, faz de softwares próprios, desenvolvidos especificamente para esse fim. Com aparelhos que possuem uma plataforma de automação e inteligência artificial, a empresa oferece diversas oportunidades de aplicação, garantindo que seus clientes tenham seu patrimônio seguro e vigiado.  Venha conhecê-las! Como funciona o monitoramento de segurança por drone da Aeroscan? Os drones da Aeroscan são equipados com o software próprio que permite a automatização dos voos. Por

Drones na identificação e prevenção de queimadas e incêndios florestais

A prevenção é a medida mais eficaz contra as queimadas e incêndios florestais. Daí a importância das campanhas de conscientização. Apesar disso, a identificação e combate ainda dependem de sistemas, ferramentas e processos não tão ágeis. No entanto, em uma época em que a mudança climática está promovendo mais e maiores incêndios florestais que consomem milhões de hectares de mata, a resposta deve ser mais rápida, segura e cobrir um terreno maior.

Nesse cenário, quando se trata de identificar e agir rápido, uma série de tecnologias novas e já existentes é capaz de atuar na demanda. Uma das mais efetivas são os drones aliados à inteligência artificial. Por causa de seu tamanho e capacidade de manobra, eles podem acessar lugares que a mão de obra humana ou helicópteros não conseguem, tornando-os indiscutivelmente a maior inovação no combate a queimadas e incêndios florestais.

 Como os drones atuam na identificação e combate dos incêndios florestais?

Os voos em sistema de rondas pré-programadas e automatizadas têm as coordenadas do perímetro a ser vigiado determinadas com o incremento de, a cada waypoint, uma ação diferente a ser aplicada. Como parar, diminuir a altitude ou rotacionar a câmera. Dessa forma, podem garantir a vigilância de forma preventiva, ampliando o raio de proteção e reduzindo os riscos de incêndios florestais.

Quando um incêndio irrompe, os primeiros minutos podem ser críticos, e os primeiros respondentes devem correr até o local para analisar a situação e agir rápido antes que saia do controle. Com o emprego dos drones na segurança, a transmissão de imagens em tempo real permite uma avaliação precisa dos focos e de suas intensidades. O que agiliza a resposta a ocorrências e norteia as equipes de combate.

A devastação de nossas florestas é um crime. E a situação fica ainda pior quando os incêndios florestais acontecem próximos a um pólo petroquímico, por exemplo, colocando em risco um sem número de vidas. Nesse cenário, os voos de drones habilitados com inteligência artificial possibilitam mapear uma região, gerar alertas e ainda ser integrado a sistemas de segurança para um combate efetivo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Segurança perimetral: por que fazer rondas com drones?

Alugar ou comprar drones?